Meu empreendimento precisa ser aprovado na CELESC?

Existem diversos  tipos de empreendimentos e cada um apresenta seu perfil de carga instalada e fator de demanda particular à sua utilidade. A grande questão então é se seu empreendimento precisa ter o projeto elétrico aprovado pela concessionária, pois existem certos tipos de empreendimentos que não precisam ter seus projetos elétricos aprovados, como explicamos no artigo passado. Neste artigo abordaremos os empreendimentos em que seus respectivos projetos devem ser aprovados pela concessionária antes da execução.

7 Dicas de Como Diminuir sua Conta de Luz

O que são as Bandeiras Tarifárias?

Condutores: Cobre ou Alumínio?

Eis que a necessidade de análise de um projeto elétrico caminha com o aumento do grau de complexidade e responsabilidade do empreendimento. Sendo assim, os seguintes empreendimentos devem ter seus projetos elétricos aprovados:

  • ligação nova em média tensão;
  • aumento de carga/transformação em média tensão;
  • adequação/reforma de subestação;
  • conexão de gerador com ou sem paralelismo com UC ligada;
  • ligação nova ou aumento de carga em edifício de uso coletivo composto por mais de 12 unidades consumidoras ou com subestação de transformação interna;
  • adequação/reforma de edifício de uso coletivo;
  • atualização de projeto de baixa tensão e média tensão;
  • loteamento;
  • compartilhamento de postes;
  • microgeração;
  • Sistema de Medição para Faturamento (SMF).

Estes projetos devem ser submetidos à CELESC pela plataforma PEP, e serão analisados por um técnico da própria concessionária que irá aprovar ou rejeitar o projeto baseado em características técnicas do projeto. Assim, o prazo para tal análise é de 30 dias, ou 90 dias quando se tratar de compartilhamento de postes.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *