Este é o Motivo que Você Devia Trabalhar em Energia Solar no Brasil

A energia solar residencial já não é mais novidade no Brasil. Apesar de uma representação tímida na matriz energética brasileira, a modalidade de geração de energia a partir dos recursos energéticos solares.

Tanto para consumidores finais quanto para empresas no ramo de energia solar, há diversos motivos para se aderir a energia solar, que vão desde o viés benéfico em prol à preservação ambiental até por motivação categórico balanço energético/financeiro – gastar menos com consumo de energia elétrica.

E é nesse campo que o ramo de energia solar no Brasil é extremamente interessante: A regulamentação de conexão de sistemas solares junto à rede principal e o sistema de créditos é sensivelmente favorável ao consumidor final.

Você é Profissional Habilitado para Atuar na Energia Solar no Brasil?

Os Sistemas Fotovoltaicos são Zonas de Risco?

Esta lógica se vale pelo fato de que em um sistema solar a produção energia se dá as horas de maior temperatura no dia. Estas horas correspondem o final das manhãs e inícios das tardes. Obviamente, a geração de energia solar se dá a partir das horas em que o sol está visível e irradiando energia em direção aos módulos solares.

Pois bem, a problemática passa a ser os períodos inoportunos desta geração, pois no plano residencial, o pico de consumo ao longo de uma semana se dá nas horas da noite. Geralmente, as concessionárias entendem os horários de pico de consumo como sendo as 18h30 às 21h30. Estas são as horas em que o consumo de energia elétrica é mais cara, posto que a geração desta energia está mais cara.

A vantagem na regulamentação quanto ao sistema de energia solar conectado à rede no Brasil é que o consumidor injeta energia elétrica na rede, oriunda de sua produção que está sobrando ao longo de um dia útil que não há pessoas em casa, em momentos em que o preço de geração de energia elétrica nas geradoras é baixo, e consome, via créditos, energia elétrica em momentos em que o preço de geração de energia elétrica está alto.

O sistema de crédito portanto possui uma disparidade muito vantajosa parao consumidor: vende-se energia para concessionária a um preço alto e consome-se energia a um preço baixo de energia elétrica.

Então está ai: A relação 1:1 de energia elétrica injetada e consumida em períodos diferentes é o fato categórico que torna a energia solar extramemente vantajosa para quem aderir a ela.

E nesse ínterim, que tal homologar os sistemas fotovoltaicos dos seus clientes com a Odeon e focar nas vendas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *